(os textos assinados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores)

Leia aqui a homenagem da Fundação António Quadros a António Telmo.



quarta-feira, 1 de setembro de 2010

PEDRO BAPTISTA GONÇALVES DIXIT

Ao Prof. António Telmo - a memória perene de Portugal



António Telmo - o ancião de Estremoz deixou-nos ontem.
O Prof. é como aquele que busca a Regra de Ouro. Não lhe importava, como o verdadeiro guerreiro, se a morte é o resultado da batalha. O que importa é se há algo genuíno na acção.
Na nossa última conversa, em Estremoz há um mês precisamente, falámos longamente sobre a influência dos alimentos na saúde. Ele explicou-me o que estava a passar, e de como simplesmente aceitava aquela "fase da vida" e estava a tratar-se com meios que achava adequados, tendo recusado abordagens violentas.
Quando lhe falei dos sumos que uso há longo tempo, ele recordou-se de alguém estrangeiro que tinha conhecido e que nem sequer comia pois alimentava-se do Sol.
Vejam:http://arautodofuturo.wordpress.com/2009/09/16/sun-gazing/
Ele era mesmo assim: um dia chegados à rua onde morava, escutámos o Tejo (o seu Serra da Estrela) a ladrar, ele explicou com os olhos a brilhar: " Escutou Pedro? O Tejo sentiu a minha presença: para ele todos somos cães e eu serei o chefe da matilha" Rimos juntos com a visão do mundo do Tejo...
Estaremos juntos para honrar a sua presença por aqui, do nascimento à morte, na Vida que como o Prof. escreveu: "palavra que não tem contrário", e acrescento, continua sempre, como diz nesse site “Jamais houve um tempo em que eu não existisse, nem você… nem há um futuro no qual deixaremos de existir”.
Nunca esquecerei os concelhos que ele me deu sobre a educação de crianças, o livro "O horóscopo de Portugal" e afinal a presença brilhante que mais do que nas palavras escritas confirma a genuinidade delas e brilha para sempre. Como a de Agostinho da Silva.
Este blog é a minha resposta ao desafio que me fez: "Tem de escrever, pois se o faz para si porque não partilha com quem quiser ?". Um jovem sempre contagiante foi quem eu conheci na sua pessoa, Prof. António Telmo. Obrigado.
PS: António Telmo foi autor de extensa obra, entre ela "A História Secreta de Portugal".para saber mais: http://filosofia-extravagante.blogspot.com/

Sem comentários:

Publicar um comentário