(os textos assinados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores)

Leia aqui a homenagem da Fundação António Quadros a António Telmo.



quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

TEOREMAS DO «57»: A LIBERDADE


TESE O homem nasce livre, mas está a ferros.
Corolário:
Eleições, partidos, parlamentarismo.

____________

ANTÍTESE O homem é livre, mas pensa-se e quer-se a ferros.
Corolário:
Política única, nomeação directa, governo indiscutível.

____________

SÍNTESE O homem é livre, pensa-se livre e vive livre.
Corolário:
Conselho supremo da liberdade individual, que homologa todas as leis e instituições.

Sem comentários:

Publicar um comentário