(os textos assinados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores)

Leia aqui a homenagem da Fundação António Quadros a António Telmo.



sexta-feira, 5 de novembro de 2010

EXTRAVAGÂNCIAS, 107


Narciso segundo Salvador Dali
Acasos... por
Cynthia Guimarães Taveira


Primeiro, Adriana Calcanhoto:

Avião sem asa, fogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
Futebol sem bola,
Piu-Piu sem Frajola
Sou eu assim sem você
(…)
Amor sem beijinho
Bochecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço,
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você
(…)
Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu assim sem você
(…)

E agora…

Versão revista, aumentada e melhorada de Frei Lucas, numa das cartas incluídas no "Anatomico Jocoso" de 1755, tendo por título "Carta de hum Amigo para outro, sobre jocosa, salgada; porque também he picante":


(…) Vossa mercê no Convento, e eu fóra delle! Quem tal dissera! (…) saberá que de saudades estou tal, e quejando: porque sem vós, estou cego sem moço, moço sem amo, galgo sem trambolho, barca sem remo, dama sem espelho, panella sem alho, endecha sem estribilho, pastor sem corno, toureiro sem cothurno, saloya sem carapuça, rapaz sem carapeta, negro sem carapinha, dia sem Sol, fragata sem Sul, bacalhau sem sal, soldado sem bála, horta sem bóla, Christão sem bulla, Fidalgo sem micho, barbeiro sem macho, dezerto sem mocho, Castelhano sem mucho; porque vós, meu Manuel, sois o meu micho, macho, mocho, mucho, bála, bóla, bulla, sal, Sol, Sul, carapeta, carapinha, carapuça, cothurno, corno, estribilho, espelho, alho, trambolho, remo, ramo, moço, amo:(…)

In "O Ladrão Cristalino (aspectos do imaginário Barroco)", Ana Hatherly, Edições Cosmos - Literatura, 1997, pág. 100


Sem comentários:

Publicar um comentário