(os textos assinados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores)

Leia aqui a homenagem da Fundação António Quadros a António Telmo.



segunda-feira, 16 de novembro de 2009

TEOREMAS DO «57»: O TEATRO

TESE O teatro é uma inefável expressão poética.
Corolário:
O teatro perde essência poética no processo que vai da alma do lírico à redacção dos diálogos e à representação nos palcos.

____________

ANTÍTESE O teatro é um ornamento cultural de grande difusão publicitária.
Corolário:
O teatro é um serviço público e portanto um negócio do Estado.

____________

SÍNTESE O teatro é o trânsito da arte para a filosofia, da imagem para o conceito, da poesia para a prosa.
Corolário:
Não há teatro sem espectáculo; nele reside o ponto de encontro do gesto, no sentido camoneano, e da palavra humana.

Sem comentários:

Publicar um comentário