(os textos assinados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores)

Leia aqui a homenagem da Fundação António Quadros a António Telmo.



segunda-feira, 15 de novembro de 2010

AS DANÇAS DE DALILA, 2



DALILA PEREIRA DA COSTA
(Homenagem)

Tem os olhos uterinos
Onde brilha o tempo
Acendido na saudade.
Seus dedos femininos
Escrevem com acento
Na noite mais antiga,
Labirinto de Ariane.

Ísis das sombras,
Sorriso da aurora!
Os anjos do mistério,
Vigiando os sete selos,
Segredam-lhe livres
Os motivos da demora.

Eduardo Aroso

9 de Maio de 2008

Sem comentários:

Publicar um comentário